Os diferentes tipos de sal

existem mais de 300 tipos de sal diferentes. Veja quais são os mais usados por gourmets mundo afora

Saleiro

Existem vários tipos de sal (foto: All Salt)

Você sabia que existem mais de 300 tipos de sal? Pois é, muito mais do que o nosso popular sal refinado e sal grosso para churrasco. Obtidos de diferentes métodos de extração, os tipos de sal mais difundidos pelo mundo afora são os seguintes:

Sal refinado: o sal de cozinha normal é obtido com a decantação do sal da água do mar ou de blocos vindos de salinas e cristalizado em instalações industriais, em condições de pressão e temperatura especiais. Segundo as leis brasileiras, deve ser acrescido de iodo, para evitar o bócio (crescimento irregular da tireóide). Sua composição é de 40% de sódio e 60% de cloro. É o mais usado na culinária.

Sal marinho: Vem de diversas áreas ao redor do mundo, motivo pelo qual é o sal com o maior número de subcategorias. Dependendo da região, pode variar de cor, teor de sódio e até mesmo de gosto. Quanto mais raro, mais caro. Dentro dessa categoria, destacam-se os sais da região do Mediterrâneo, que vem em pedras e necessitam de um moedor de sal para temperar a comida.

Sal do Himalaia: iguaria entre os mais gourmets, o sal do Himalaia é considerado o mais puro e não contém iodo. O sal do Himalaia possui mais de 84 elementos naturais e é perfeito para salgar peixes e saladas. O seu bonito tom rosado também dá um charme especial para o sal, que é retirado de uma salina aos pés da cordilheira. Além de ser usado na alimentação, é usado em banhos de imersão e outras práticas medicinais e estéticas.

Sal grosso: é o sal que vem da salina ou do mar em estado bruto, ou seja, não é refinado. É usado no preparo de carnes mais pesadas (como no churrasco) e era usado antigamente para preservar os alimentos, principalmente a carne. Ainda é usado na região sul do país como ingrediente principal do charque (carne de sol).

Sal light: mesmo processo do sal refinado, mas é composto de 30% de cloreto de sódio e 70% de cloro. Mais suave que o normal, atente para que a comida não fique “sem graça” ou que a medida de sal seja errada para mais.

Tipos de sal

Tipos de sal do mundo todo

Sal orgânico: Ainda que o rótulo de “orgânico” esteja errado, já que o sal não possui componentes de carbono, esse tipo de sal obedece a regras muito rígidas de controle de pureza, desde a água e até quão limpas são as salinas. Recebe um selo especial (ao menos nos Estados Unidos) e é rico em sais minerais.

Sal kosher: sal que segue as regras da Orthodox Union, que determina como o sal deve ser preparado para ser utilizado na comida kosher.

Tipos de sal diferentes

Sal kosher e sal orgânico

Duas dicas: para evitar que o sal acumule água no saleiro, coloque alguns grãos de arroz no saleiro. Eles irão sugar a umidade. Hoje em dia também já existem saleiros especiais que preservam o gosto e a integridade do cristal de sal.
Se possível, visite o Salar de Uyuni, na Bolívia. Os salares são desertos de sal em estado bruto com milhares de quilômetros de extensão. A brancura do sal ajuda as poças d’água a refletirem a paisagem, formando cenários fantásticos como esse abaixo.

Salar

Salar de Uyuni, na Bolívia. Daqui são retiradas toneladas de sal todos os anos. (foto de Lucas Galuzzi)

Abajures Mobly